O QUE É O FALSO SEGURO OU SEGURO PIRATA?

O QUE É O FALSO SEGURO OU SEGURO PIRATA?

armadilhas

Algumas empresas, associações e cooperativas, estão vendendo oferecendo no mercado algo chamado de “Proteção Veicular” parece um seguro, mas não é. Somente as seguradoras podem comercializar contratos seguros.

Ultimamente surgiram empresas , ou melhor, algumas cooperativas e associações que comercializam a chamada proteção veicular como se fosse um seguro. Ao aderir a um desses serviços, o consumidor torna-se um associado ou cooperado e passa a pagar uma mensalidade, Além disso, não é raro essas cooperativas/associações fecharem sem dar satisfação.

No próprio site da SUSEP há uma nota tratando do assunto. A instituição reguladora afirma que algumas associações e cooperativas estão comercializando ilegalmente seguros de automóveis com o nome de, “proteção”, “proteção veicular”, “proteção patrimonial”, dentre outros. Destaca que como essas associações e cooperativas não estão autorizadas pela Susep a comercializar seguros, não há qualquer tipo de acompanhamento técnico de suas operações.

O grande atrativo destas cooperativas ou associações são o baixo custo praticado para “proteger seu patrimônio.” Mas a grande pergunta que fica é: se tiver um sinistro vou receber? Como estas empresas não são fiscalizadas pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), órgão responsável pela autorização, controle e fiscalização dos mercados de seguros no Brasil, quando ocorre um sinistro e o consumidor aciona o serviço, ele nem sempre recebe a assistência prometida, pois as cooperativas não têm reservas financeiras para cobrir os consertos ou indenizar o consumidor.

Para ver se uma seguradora é autorizada, é só entrar no site clicando aqui.

Riscos de contratar um seguro pirata
Além do risco de você não ter garantia do recebimento da indenização, existem outros a saber:

Não asseguram fluxo de caixa.
As seguradoras são obrigadas pela Superintendência de Seguros Privados a terem uma reserva de fluxo de caixa para que, em caso de sinistros, elas possam ter recursos para pagarem indenização aos seus clientes. As associações e cooperativas não asseguram essa reserva. Desse modo, só haverá o pagamento da indenização caso haja pagamentos dos associados naquele mês. Além disso, uma seguradora pirata tem grandes chances de “quebrar” por má gestão dos valores recebidos.

O consumidor que cair em alguma dessas armadilhas pode denunciar na SUSEP o ocorrido.

Se você tem o Seguro certo, tudo vai dar certo!

Não se deixe levar por preço, não existe milagres em seguros, o que existe são coberturas, ou você tem ou não tem. Desta forma consulte sempre um corretor de seguros, este profissional saberá te orientar e escolher a melhor forma de contratação do seu seguro sem que você caia nestas armadilhas.

Veja esta matéria do Jornal Hoje.

A Supreme Corretora de Seguros, só trabalha com seguradoras, devidamente autorizadas pela SUSEP. Agora que você já sabe quais os riscos de contratar um seguro pirata, procure evitar serviços de associações e cooperativas clandestinas. Você conhece alguém ou já foi vítima de uma seguradora pirata? Registre nos comentários!

Compartilhe

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Google+
  • Compartilhar no WhatsApp
WhatsApp Chat
Enviar